Tribunal indefere providência cautelar no Lar Jacinto Faleiro

Tribunal indefere providência

O Tribunal de Ourique indeferiu a providência cautelar que um associado apresentou devido a alegadas irregularidades nas eleições no Lar Jacinto Faleiro.
A providência cautelar interposta por António Baião argumentava terem existido três irregularidades no acto eleitoral de 15 de Novembro na instituição de Castro Verde, mas na passada quarta-feira, 12, o tribunal acabou por indeferir a iniciativa e permitir que a nova direcção, encabeçada por Leandro Gonçalves, possa tomar posse.
Em declarações à Rádio Castrense (Castro Verde), António Baião já admitiu a possibilidade de recorrer da decisão.
O Lar Jacinto Faleiro é a maior instituição particular de solidariedade social de Castro Verde e tem vindo a ser presidida por António José Paulino.
Leandro Gonçalves vai liderar a instituição até 2016, tendo como grande prioridade garantir a estabilidade financeira da mesma, assim como dar atenção à qualidade do serviço prestado, aprofundar a cooperação entre colaboradores e direcção, inovar na forma de gestão da instituição, introduzir novas áreas de intervenção e “alargar horizontes”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima