Terminal de gás natural de Sines bate recordes em 2013

Terminal de gás natural

O terminal de gás natural liquefeito (GNL) do porto de Sines, concessionado para uso privativo à Redes Energéticas Nacionais (REN), terminou 2013 com resultados “recorde” em várias operações, nomeadamente nas cargas de camiões-cisterna.
No ano passado foram realizadas perto de 3.140 operações de carga de camiões-cisterna, representando um aumento de cerca de 20% em relação a 2012, informou a REN em comunicado enviado à Agência Lusa.
Ao nível das cargas de navios também houve “um incremento considerável” da actividade, com seis operações realizadas em 2013 contra uma única no ano anterior, indicou a empresa, sublinhando que se trata de uma sua “competência mais recente”.
O terminal de GNL do porto do Litoral Alentejano, com cerca de 10 anos de actividade, registou ainda um crescimento de 8% face a 2012 no número de navios recebidos (41, em 2013), o que também significa um aumento de 100% em termos de utilização do cais em relação a 2011.
“Estes indicadores demonstram a importância desta infraestrutura no sistema energético português, indiciando também o interesse cada vez maior dos agentes de mercado nesta “porta de entrada” de gás natural em Portugal e na Ibéria”, referiu o administrador da REN, João Faria Conceição, citado no documento.
Recentemente, a Administração do Porto de Sines (APS) divulgou também os resultados de 2013, que se traduziram num crescimento global de 28% relativamente ao ano anterior, com a movimentação de 36,5 milhões de toneladas de mercadorias nos vários terminais portuários.
A APS destacou o crescimento de 68% na carga contentorizada face a 2012, num total superior a 931 mil TEU (unidade equivalente a um contentor de 20 pés), cujos principais destinos foram o Brasil, o Canadá, a China, a Espanha, os Estados Unidos, a Itália, a Turquia e Singapura.
A administração portuária salientou também os resultados do terminal de granéis líquidos, no qual “as exportações de gasolinas e gasóleos tiveram um crescimento muito alto”, encerrando 2013 com um crescimento de 21% em relação ao período homólogo.
Mais de duas mil embarcações escalaram o porto de Sines em 2013, o que significou um aumento de 22% face ao ano anterior no número de navios recebidos na infra-estrutura do Litoral Alentejano.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima