Somincor teve menos vendas e lucros em 2019

Somincor teve

As vendas, o lucro bruto e a produção mineira em Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, no ano de 2019 ficaram abaixo dos resultados obtidos em 2018. Os dados constam do relatório anual apresentado, no final de Fevereiro, pela sueco-canadiana Lundin Mining, proprietária da Somincor – Sociedade Mineira de Neves-Corvo.
De acordo com o documento, a que o “CA” teve acesso, a Somincor obteve em 2019 uma receita de 303,1 milhões de euros, valor abaixo dos cerca de 356,9 milhões de euros alcançados um ano antes. Já o lucro bruto da empresa (que consiste na diferença entre as vendas facturadas e o custo dos produtos facturados, sem incluir custos administrativos, financeiros ou outros) caiu para os 35,6 milhões de euros.
As vendas da Somincor em 2019 representaram 18% das vendas totais da Lundin Mining. Melhor só mesmo a mina de Candelária, no Chile, responsável por 47% das vendas totais do grupo, que conta também com as minas de Chapada (Brasil), Eagle (EUA) e Zinkgruvan (Suécia).

Leia a notícia na íntegra na edição de 6 de Março do “CA”, já nas bancas

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima