"Setembro Cultural" no concelho de Odemira

"Setembro Cultural"

O concelho de Odemira recebe ao longo do mês o “Setembro Cultural”, iniciativa da Câmara Municipal que conta com espectáculos musicais, cinema ambulante nas aldeias, animação de rua, teatro e exposições, entre outros destaques.
Promover a cultura do concelho, o seu património oral, artístico e patrimonial e proporcionar diferentes manifestações culturais à população são os principais objectivos do evento, que pretende igualmente reforçar a memória e identidade colectiva dos odemirenses, formar novos públicos e dinamizar os territórios através das artes.
As comemorações do 16º aniversário da Biblioteca Municipal José Saramago, que arrancam esta sexta-feira, 2 de Setembro, assinalam o início do “Setembro Cultural”, que no primeiro fim-de-semana do mês conta igualmente com dois concertos, dias 2 e 3, integrados no I Estágio de Sopros e Percussão do Sudoeste Alentejano, dinamizado pela Banda Filarmónica de Odemira.
Na terça-feira, 6, é inaugurada no Centro de Valorização da Cultura Local, em Odemira, a exposição “Instrumentos de Corda Artesanais de Daniel Luz”. E na quinta-feira, 8, celebra-se mais um Dia do Município, no qual serão distinguidas várias entidades e individualidades.
Entre 9 a 11 de Setembro há músicas do Mediterrâneo para ouvir em Odemira, com mais uma edição do Festival Sete Sóis Sete Luas. E no fim-de-semana de 17 e 18 de Setembro artistas de diversas nacionalidades vão trabalhar ao vivo junto à zona ribeirinha de Odemira, na iniciativa “Arte no Rio”.
De 23 de Setembro até 14 de Outubro decorre mais uma edição do Festival de Teatro Amador de Odemira, com várias exibições de grupos de teatro do concelho. Também a 23 de Setembro arrancam as Jornadas do Património, que durante dois dias vão discutir o tema “Comunidades e Culturas” e incluem iniciativas no Portinho do Canal, em Vila Nova de Milfontes.
O programa do “Setembro Cultural” inclui ainda os espectáculos musicais “Às Quintas no Quintal”, bem como a segunda fase do ciclo “Cinema nas Aldeias 2016” e uma exposição colectiva da Sopa de Artistas, com trabalhos de Phelipe Peseux, Sofia do Vale e Willem Hujpe, que pode ser vista a partir de 24 de Setembro na Igreja da Misericórdia.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima