Rede tecnológica no Alentejo reformulada devido à redução de fundos comunitários

Rede tecnológica no Alentejo reformulada devido à redução de fundos comunitários

A Rede Regional de Transferência de Tecnologia do Alentejo, que inclui o Parque de Ciência e Tecnologia em Évora, foi reformulada devido à redução, para cerca de metade, dos 30 milhões de euros de fundos comunitários do InAlentejo.
"Há uma certa desilusão por não podermos avançar já com todos os investimentos que queríamos", admite o vice-reitor da Universidade de Évora (UÉvora), Manuel Cancela d’Abreu, em declarações à Agência Lusa.
O Sistema Regional de Transferência de Tecnologia (SRTT), que envolve 21 parceiros de toda a região, pretendia investir no Alentejo e Lezíria do Tejo quase 42 milhões de euros, dos quais cerca de 30 milhões provenientes do Programa Operacional do Alentejo 2007-2013 – InAlentejo.
Contactado pela Lusa, o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo explica que os cerca 15 milhões de euros que estavam "alocados" ao SRTT vão ser aplicados em "estímulos às empresas e à criação de emprego" na região.
"A reprogramação estratégica do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) pretende afectar verbas dos vários Programas Operacionais Regionais, entre os quais o InAlentejo, para estímulos à economia e à criação de emprego", realça António Dieb.
Com a redução da comparticipação de fundos comunitários do InAlentejo, os vários parceiros do sistema "também fizeram cortes e algumas acções menos relevantes acabaram mesmo por cair", adianta o vice-reitor da UÉvora.
No caso do Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo, previsto "nascer" em Évora, Manuel Cancela d’Abreu revela que já não vai ser construído o edifício onde seriam instalados os laboratórios, que iriam trabalhar, sobretudo, com empresas.
Outro dos projectos que "caem" nesta primeira fase é a construção de um novo edifício para o Laboratório de Ciências do Mar, em Sines, instalado actualmente num espaço cedido pela autarquia local.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima