PSD de Odemira quer que o concelho continue a pertencer ao distrito de Beja

PSD de Odemira quer que o concelho continue a pertencer ao distrito de Beja

A concelhia de Odemira do PSD não aceita que aquele concelho integre o distrito de Setúbal e recusa a argumentação do presidente da Câmara Municipal, José Alberto Guerreiro, que na última edição do “CA” afirmou que Beja “nunca passou cartão” àquele concelho.
“Os homens e mulheres de Odemira têm orgulho de ser alentejanos e Beja, capital de distrito, é uma referência deste nosso Alentejo. É um facto que não teríamos de deixar de ser alentejanos se alguma revisão administrativa do país empurrasse Odemira para Setúbal, mas perderíamos parte da nossa identidade”, sustentam os sociais-democratas de Odemira em comunicado.
Os dirigentes do PSD questionam as vantagens que o concelho poderia ter com a mudança e advertem que Odemira “tem peso demográfico no distrito de Beja que perderia no distrito de Setúbal” – “E certamente também Beja perderia peso no país”, advertem.
A concelhia laranja assinala que o reforço das competências dos municípios “é uma garantia dada pelo governo do PSD” e, nesse sentido, o PSD advoga que os autarcas devem ter “abertura e capacidade suficiente para aceitar estas responsabilidades”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

ULSBA participa em projecto europeu

A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) candidatou-se ao projecto europeu de facturação electrónica “European Hospitals adopting the e-invoicing Directive”, aprovado pela INEA

CIMBAL apresenta propostas para o PRR

A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) submeteu vários contributos ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), no âmbito da consulta pública promovida ao documento.

Role para cima