PSD de Beja critica Jorge Pulido Valente

PSD de Beja critica Jorge Pulido Valente

A Distrital de Beja do PSD acusa o presidente da Câmara de Beja, o socialista Jorge Pulido Valente, de ter "acordado tarde" para defender os interesses da região.
Em causa está a posição assumida pelo autarca bejense durante a última sessão da Assembleia Municipal, onde Pulido Valente lançou um apelo "a todas as instituições da região" para "lutarem contra a supressão das ligações ferroviárias a Beja".
Na mesma ocasião, o edil de Beja garantiu ter já marcado uma reunião com o secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, o bejense Carlos Moedas, sobre o assunto e afiançou que pretende encontrar-se com o ministro da Economia e Obras Públicas para lhe "apresentar um caderno de encargos para a região".
Em comunicado, a Distrital laranja nota que Pulido Valente "foi célere, como nunca foi", a autopromover-se "a paladino de uma vasto movimento de organizações", mas garante não estar "disposta a tolerar esta ânsia pelo protagonismo exacerbado só porque agora o Governo já não é do PS".
O comunicado laranja sublinha também que Pulido Valente "nunca se lembrou" de "bater à porta" do ex-minsitro da Agricultura, António Serrano (também natural de Beja), "para saber qual a estratégia para o aeroporto ou porque razão o Intercidades ficava em Casa Branca", reafirmando de seguida que PSD no Distrito "não actua em função das circunstâncias" nem promete "o que não é possível cumprir".
"Seremos sempre coerentes com as posições defendidas e assumiremos por inteiro as nossas responsabilidades, na defesa intransigente, dos reais e concretos interesses da região", conclui o comunicado do PSD.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima