PS de Castro volta a exigir polidesportivo

PS de Castro volta

O PS de Castro Verde voltou a exigir que a Câmara avance com a construção de um campo polidesportivo no Centro Escolar 2, para ser utilizado nas aulas de Educação Física.
Em conferência de imprensa realizada esta segunda-feira, 21, para assinalar a abertura do novo ano escolar no concelho, os socialistas lembraram que esta reivindicação foi feita um ano antes, no início de 2014-2015, sem que nada tenha sido feito desde então pelo Município, de maioria CDU.
“Um ano depois deparamo-nos exactamente com a mesma situação e apesar das promessas do presidente da Câmara e das garantias que ia resolver o problema, voltamos a iniciar o ano lectivo exactamente nas mesmas condições”, frisou o presidente da Concelhia do PS.
Para Filipe Mestre, o facto de a obra do espaço polidesportivo do Centro Escolar 2 não ter avançado – apesar de estar prevista nas Grandes Opções do Plano da Câmara e de o presidente do Município, Francisco Duarte, ter assumido publicamente a sua concretização em 2015 – revela “a total falta de capacidade da maioria CDU para cumprir as promessas que faz”.
“E nesta como noutras matérias, o que se tem passado é que a CDU não cumpre aquilo que diz que faz. A não ser de quatro em quatro anos, quando se aproximam as eleições”, acrescentou.
O dirigente socialista criticou igualmente que ainda não tenha sido dado o nome de Francisco Alegre ao Centro Escolar 2, como proposto há mais de um ano pelo PS em reunião de Câmara.
“Foi uma proposta que foi acolhida pela maioria CDU com alguma simpatia, mas passado um ano constatamos também que essa proposta foi para a gaveta. Lamentamos esta falta de memória e vontade de homenagear um homem que tanto deu a Castro Verde e foi uma figura central na educação e na vida do nosso concelho”, lamentou Filipe Mestre.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima