PS de Beja preocupado com situação na COOP Proletário Alentejano

PS de Beja preocupado com situação na COOP Proletário Alentejano

A Concelhia de Beja do PS está preocupado com a actual situação vivida na Cooperativa Proletário Alentejano (COOP) e pretende solicitar à direcção da instituição uma reunião "com carácter de urgência".
O objectivo do encontro será permitir ao PS "tomar conhecimento", junto dos directores da COOP, "da sua versão da actual situação, uma vez que estão em causa dezenas de postos de trabalho, importando esclarecer efectivamente o que se estará a passar no seio" da Cooperativa, revela um comunicado do PS de Beja enviado para a redacção do "CA".
De acordo com a mesma fonte, a apreensão dos socialistas é justificada pelas "informações chegadas a esta concelhia após a última Assembleia Geral da COOP", onde os funcionários terão alegadamente sido "alvo de fortes pressões com vista à rescisão dos seus contratos de trabalho com perda de um conjunto importante de direitos".
"O PS estranha igualmente o silêncio generalizado de sindicatos e também das estruturas políticas do PCP, regional e concelhio, face a uma situação que, a confirmar-se, é de extrema gravidade e lesiva do bom nome da Cooperativa e das pessoas que a ela têm ao longo dos anos estado ligadas", acrescenta o comunicado da Concelhia de Beja do PS.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima