Projeto “Saberes e Sabores Tradicionais” apresentado em Beja

A Câmara de Almodôvar promove nesta quarta-feira, 15, a apresentação em Beja do projeto “Saberes e Sabores Tradicionais – Qualificação dos Produtos Locais para os Desafios do Presente e do Futuro”.

A iniciativa vai decorrer a partir das 16h30 no edifício do NERBE, sendo dirigida a pequenas e médias empresas (PME’s) e produtores de Beja.

O projeto “Saberes e Sabores Tradicionais – Qualificação dos Produtos Locais para os Desafios do Presente e do Futuro” é dinamizado pela autarquia almodovarense, em parceria com o NERBE, e visa “promover a competitividade dos produtos locais e qualificar as PME’s da região, assegurando as especificidades e autenticidade dos seus produtos e potenciando a sua visibilidade e posicionamento na cadeia de valor e nos mercados”.

Nesse sentido, o projeto vai trabalhar em torno de diversos produtos de base local, nomeadamente água mel, medronho (fruto em fresco e aguardente), queijo de cabra (fresco e curado), bolo chibo e costas alentejanas.

O objetivo é “ajudar os empresários e produtores locais a tornarem-se mais competitivos no mercado, pugnando para que algumas das tradições portuguesas ligadas à nossa gastronomia e confeitaria não se percam”, além “de promover a competitividade de micro e pequenas empresas”, refere o autarca almodovarense António Bota.

O projeto “Saberes e Sabores Tradicionais – Qualificação dos Produtos Locais para os Desafios do Presente e do Futuro” prevê o mapeamento das empresas e produtos, a elaboração de referenciais de produção e comercialização dos produtos de base local selecionados, a edição de um guião que servirá de base à definição de eventuais soluções e estratégias para o seu futuro posicionamento nos mercados e a identificação de áreas com potencial para a inovação.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima