Projeto inovador para combater desperdício alimentar nos refeitórios escolares em Aljustrel

Consciencializar os alunos para o consumo de comida “em quantidades adequadas” é o grande objetivo do projeto “Desperdício Alimentar”, iniciativa inovadora que a Câmara de Aljustrel já apresentou no Agrupamento de Escolas.

Segundo a autarquia, trata-se de uma iniciativa “pioneira”, que poderá “ser replicada em outros refeitórios escolares” e que pretende “combater o desaproveitamento dos alimentos”.

“O objetivo é consciencializar os alunos, desde a idade em que frequentam o pré-escolar, para o benefício de consumirem a comida que lhes é servida, em quantidades adequadas, nos estabelecimentos de ensino e no dia-a-dia”, acrescenta a mesma fonte.

Nesse sentido, a mascote “Brócoli” e a nutricionista da Câmara de Aljustrel, assim como vários voluntários, já passaram pelo refeitório escolar, “para incentivar os alunos a comer a dose adequada de alimentos”.

“A intenção é ainda alertar para a importância de ingerir grupos de alimentos que por regra são rejeitados, como é o caso dos produtos hortícolas”, frisa a autarquia.

Para tal, a cada visita da mascote ao refeitório é verificado se cada aluno consumiu a sua refeição, sendo que quem comer tudo é “brindado” no final com uma medalha que tem, precisamente, mensagens alusivas à temática.

O projeto “Desperdício Alimentar” foi criado pela Câmara de Aljustrel no âmbito da Rede Europeia “Volunteering City – URBACT”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima