Presidente da República visita hoje a Herdade Vale da Rosa em Ferreira do Alentejo

Presidente da República visita hoje a Herdade Vale da Rosa em Ferreira do Alentejo

“Sinto-me muito honrado com uma visita tão importante e prestigiante. É um privilégio mostrar o nosso trabalho ao senhor Presidente da República e à senhora ministra da Agricultura” – António Silvestre Ferreira, administrador e proprietário da Herdade Vale da Rosa, não esconde a alegria por receber Cavaco Silva e Assunção Cristas, numa visita que decorrerá nesta sexta-feira, entre o meio-dia e as 14h30. Além do contacto com as extensas áreas de produção da herdade os visitantes vão, depois, participar num almoço que será servido “à sombra” das vinhas onde neste momento decorrem as vindimas.
Em declarações ao “CA”, Silvestre Ferreira admite, “se tiver oportunidade”, testemunhar junto de Cavaco Silva “as condições fantásticas” da região para fazer agricultura, nomeadamente a produção de frutas. “Com água em abundância, a auto-estrada e o aeroporto de Beja, temos condições de brilhar no mercado internacional e criar empregos”, destaca.
O empresário espera também poder “lembrar” à nova ministra que o discurso eleitoral de Paulo Portas “foi baseado no apoio à agricultura”. “Sendo ela do CDS, gostaria de lhe dizer que nós, os agricultores, fazemos conta com uma maior atenção virada para o sector”, afirma.
Situada no concelho Ferreira do Alentejo, a Herdade Vale da Rosa lidera a produção de uvas de mesa e é uma das mais modernas empresas agrícolas do país, destacando-se pela aposta crescente nas variedades sem grainhas.
Com importantes quotas de exportação para países como Inglaterra, Espanha, França, Bélgica e Alemanha, a empresa chegou ao mercado angolano em 2010 e prepara-se agora para marcar presença na importante rede de supermercados Biedronka, na Polónia. Ao mesmo tempo, firmou novos contratos com importadores da Noruega, Luxemburgo e Brasil.
Para chegar a estes destinos, a produção em Vale da Rosa atingirá este ano as 5.000 toneladas mas, em 2013, com o alargamento da área plantada de vinhas, chegará às 6.500 toneladas de cachos de uvas.
Depois da visita a Vale da Rosa, o Presidente da República visita o centro de educação ambiental da Liga para a Proteção da Natureza (LPN), em Castro Verde (15h00), onde há 18 anos são desenvolvidos projectos para compatibilizar agricultura e conservação da biodiversidade.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima