Preservar a memória colectiva

Preservar a memória colectiva

A edição do CD “Cantarolando – Encontro de Gerações” é para o presidente do Lar Jacinto Faleiro o cumprir de mais uma etapa num projecto que junta a aprendizagem dos mais novos à sabedoria dos mais velhos.
“Um dos objectivos que deve nortear a nossa sociedade é, precisamente, o de manter a proximidade entre gerações. E este projecto dá corpo a esse princípio”, afirma Leandro Gonçalves, garantindo que em todas as suas actividades internas a instituição procura “juntar crianças e seniores, numa partilha de afectos e saberes”.
Sobre a aposta no ensino do cante alentejano, o presidente do Lar Jacinto Faleiro reconhece que é uma forma de preservar a “memória colectiva”.
“Por um lado levamos os mais jovens a descobrir e a apreciar o cante. Por outro lado procuramos manter viva esta memória junto dos mais idosos”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima