Polícia Judiciária investiga homicídio em Fornalhas Velhas (Odemira)

Polícia Judiciária investiga homicídio em Fornalhas Velhas (Odemira)

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou no final da passada semana ter procedido ao resgate do cadáver de um homem, de nacionalidade brasileira, que que tinha sido morto e enterrado numa quinta no concelho de Odemira.
Fonte dos bombeiros adiantou à Agência Lusa que o resgate do cadáver ocorreu na quinta-feira, 23, na localidade de Fornalhas Velhas.
O cadáver foi transportado para o Instituto Nacional de Medicina Legal (INML), em Lisboa, indicou a mesma fonte.
Segundo um comunicado da PJ, o desaparecimento do homem foi participado há cerca de dois meses, tendo sido "desenvolvidas diligências imediatas na sequência do aparecimento da viatura" em que se fazia transportar.
Segundo a Judiciária, "concluiu-se que a vítima, residente em Cascais, mantinha relações íntimas com uma mulher a viver no Alentejo, tendo sido atraído para um jantar no qual participou um outro indivíduo, que teve como finalidade preparar a sua morte".
“A vítima foi suficientemente embriagada, a fim de não poder oferecer resistência física, tendo sido brutalmente espancada e posteriormente enterrada numa das extremidades da propriedade”, refere o comunicado.
Ambos os alegados autores do homicídio foram detidos, encontrando-se a aguardar a sua apresentação às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coacção adequadas.
No resgate do cadáver, a Polícia Judiciária contou com a colaboração do Serviço de Proteção Civil e dos Bombeiros Voluntários de Odemira.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima