PJ investiga tentativa de furto de caixa multibanco em Canhestros

PJ investiga tentativa de furto de caixa multibanco em Canhestros

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar a tentativa de furto de uma caixa multibanco em Ferreira do Alentejo, esta sexta-feira, 28, de madrugada, por dois homens, que recorreram a uma explosão, mas sem conseguirem roubar dinheiro.
A tentativa de furto ocorreu por volta das 4h00, altura em que disparou o alarme da Junta de Freguesia de Canhestros, no concelho de Ferreira do Alentejo, onde está instalada a caixa multibando, explicou à Agência Lusa o oficial de relações públicas do Comando Territorial de Beja da GNR, capitão Eduardo Lérias.
Segundo o capitão, reportando-se a relatos das "poucas testemunhas", que "conseguiram ver alguns vultos", a tentativa de furto foi praticada por dois homens e decorreu de forma "rápida".
Os assaltantes tentaram furtar a caixa multibanco através de uma explosão, mas, como "não a conseguiram arrombar", "não houve a consumação do furto" do equipamento, nem de dinheiro, explicou.
De acordo com Eduardo Lérias, os assaltantes, "assim que se aperceberam que havia um alarme" na Junta de Freguesia e que "tinham sido interceptados", "rapidamente pararam o que estavam a fazer e fugiram", num veículo, tendo sido vistos por algumas pessoas.
Durante a fuga, também segundo os relatos das testemunhas, os assaltantes "efectuaram alguns disparos para o ar, talvez com o intuito de afugentar as pessoas para não serem identificados", explicou.
No local, "há sinais efectivos de uma explosão", que "provocou danos" na caixa multibanco e em portas e janelas das instalações da Junta de Freguesia de Ferreira do Alentejo, mas a GNR não encontrou "qualquer indício" relativo ao método usado pelos assaltantes para a provocar, disse.
A GNR ainda não conseguiu apurar "com total certeza" o artefacto usado para provocar a explosão, nomeadamente se terá sido usada uma botija de gás, porque, quando chegou ao local, apenas encontrou uma chave de fendas, explicou o capitão, referindo que o caso está a ser investigado pela PJ.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima