PCP critica fecho do laboratório de análises do hospital de Serpa em Outubro

PCP critica fecho do laboratório de análises do hospital de Serpa em Outubro

O PCP contestou esta quarta-feira, 14, o fecho do laboratório de análises do Hospital de São Paulo, em Serpa, a partir de 1 de Outubro, o que considera uma “medida lesiva dos interesses” das populações dos concelhos de Serpa, Moura, Barrancos e Mértola.
Em comunicado, a concelhia de Serpa do PCP refere que a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) “decidiu o encerramento, a partir de 1 de Outubro, do laboratório de análises do Hospital de Serpa”.
Contactada pela Agência Lusa, a administração da ULSBA confirmou o fecho do laboratório de análises do hospital de Serpa, a partir de 01 de Outubro, e escusou-se a reagir ao comunicado da concelhia de Serpa do PCP.
A partir daquele dia, “o banco de colheita mantém-se” no hospital de Serpa, mas as análises serão efectuadas no hospital de Beja”, explica o PCP.
A situação, sublinha o PCP, “obriga à deslocação dos casos urgentes” para o hospital de Beja, “deitando por terra o argumento de redução de custos”, que alegam ser o “fundamento para mais esta medida antipopular” e “lesiva dos interesses” das populações dos concelhos de Serpa, Moura, Barrancos e Mértola.
“É preciso lutar contra o fecho do laboratório de análises. É necessário que os utentes e munícipes contestem mais esta medida injusta e sem sentido”, defende o PCP.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima