Ministra faz elogios ao aproveitamento do Alqueva

Ministra faz elogios ao

A ministra da Agricultura esteve nesta sexta-feira, 31, no concelho de Ferreira do Alentejo, onde visitou dois projectos agrícolas beneficiados pelo Alqueva. Maria do Céu Antunes passou primeiro pela Herdade Vale da Rosa, a maior produtora de uva de mesa sem grainha em Portugal, e depois pela Herdade do Paço, o maior projecto agrícola de laranjal do Alentejo.
“Vim ao Alentejo para visitar dois grandes projectos agrícolas que nascem pela disponibilização de água pelo Alqueva e dar a conhecer as boas práticas de produção agrícola”, sublinhou a ministra no final da visita.
Segundo Maria do Céu Antunes, “no caso da Herdade do Vale da Rosa, trata-se de um produtor importante para as exportações (com 25% da sua produção focada nos mercados externos) e com um produto de alto valor acrescentado e, ainda assim, a empresa está num processo evolutivo para desenvolver uma economia circular aproveitando este produto para fazer uva passa, que Portugal importa em quantidade”.
“A empresa está também a desenvolver novos produtos, como o vinagre, envelhecido em cascos de carvalho, e a fazer avultados investimentos para criar soluções inovadoras e assim acrescentar valor”, destacou.
A titular da pasta da Agricultura sublinhou ainda o papel importante da Herdade Vale da Rosa em termos de responsabilidade social e de ocupação do território, com a elevada criação de postos de trabalho e a integração de trabalhadores migrantes, respeitando as suas culturas e tradições, como é exemplo a criação de uma sala ecuménica.
Já a Herdade do Paço tem 300 hectares de laranjal e representa um investimento de cerca de 12 milhões de euros. “Trata-se de uma aposta numa variedade de laranja portuguesa, focada na exportação, e só possível graças ao projecto de regadio do Alqueva”, concluiu a ministra.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima