Lançado concurso para 2ª fase das obras na Basílica de Castro Verde

Foi lançado na passada semana o concurso público para a elaboração do projecto e execução da segunda fase das obras de reabilitação da Basílica Real de Castro Verde, que prevê a conservação e o restauro do tecto pintado em madeira, num investimento total de 310 mil euros.

A intervenção, que tem como promotora a Paróquia de Castro Verde, resulta de uma parceria entre esta entidade, a Câmara Municipal e a Direcção Regional de Cultura do Alentejo e tem garantido um apoio de 75% de fundos comunitários, no âmbito do Alentejo 2020.

Os restantes 15% do valor da empreitada, referentes à comparticipação nacional, serão assumidos pela empresa Somincor, que tem a concessão das minas de Neves-Corvo.

Esta segunda fase das obras de requalificação da Basílica Real de Castro Verde surge depois de concluída a primeira fase, que contemplou a limpeza manual do telhado, o arranjo de portas e janelas e a pintura total do monumento, num investimento superior a 65 mil euros, comparticipado pela Câmara Municipal, União de Freguesias e Governo, através do programa BEM.

Também já está concluída a terceira fase das obras, que consistiu na recuperação do coro alto e do nártex, num investimento superior a 50 mil euros.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

ULSBA participa em projecto europeu

A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) candidatou-se ao projecto europeu de facturação electrónica “European Hospitals adopting the e-invoicing Directive”, aprovado pela INEA

CIMBAL apresenta propostas para o PRR

A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) submeteu vários contributos ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), no âmbito da consulta pública promovida ao documento.

Role para cima