Jogadoras do Ourique DC brilham no nacional

A roçar a perfeição! Assim se pode descrever a participação da equipa de futebol feminino de sub-19 do Ourique Desportos Clube no campeonato nacional da categoria, onde fez o “pleno” (oito vitórias em outras tantas partidas) na Série G da competição, garantindo o “passaporte” para a segunda fase.

“A prestação da equipa foi um bocadinho acima das nossas expetativas. Sabia que tínhamos uma equipa junta já há alguns anos, que já se conhecia bem, mas não estávamos à espera que as coisas pudessem correr assim tão bem”, reconhece ao “CA” o técnico Luís Caixinha, de apenas 35 anos.

Para o jovem treinador, o segredo do sucesso da equipa deve-se à “qualidade” das atletas, que vão dos 15 aos 19 anos, mas também ao seu “espírito de sacrifício, de ajuda e de amizade”.

“Estão sempre dispostas a ajudar-se umas às outras e apesar de todos os sacrifícios que fazem, levantando-se cedo para ir para a escola, ao fim do dia ainda conseguem ter a alegria e a força para treinar no máximo”, sublinha Luís Caixinha.

Na primeira fase do campeonato, a equipa feminina de sub-19 do Ourique DC enfrentou as formações do Lusitano de Évora, Guia FC, Marítimo Olhanense e Escola de Futebol Feminino de Setúbal. No final, somaram oito vitórias em oito jogos, marcando 49 golos e sofrendo apenas três.

“Foi exigente – com uns jogos mais exigentes que outros –, sabemos das dificuldades que existem no futebol feminino”, destaca Luís Caixinha.

A formação ouriquense vai agora, a partir de abril, disputar a segunda fase da competição, juntamente com as equipas de Vitória de Guimarães, Abambres, Valadares Gaia, Feirense, Os Vidreiros, Torreense e Marítimo.

“Sendo a primeira vez para todos nós, a ambição é desfrutar e disputar todos os jogos até ao fim, dando o máximo possível. Não conhecemos o valor das equipas adversárias, apenas que também praticamente todas elas acabaram a sua primeira fase apenas com vitórias. Mas acho que partimos todos em pé de igualdade e veremos como corre”, diz o treinador.

Para Luís Caixinha, a participação da sua equipa nesta fase do campeonato será também um momento “de aprendizagem” para todos.

“Será para elas e para nós treinadores, além da motivação extra por sermos a única equipa do sul do Tejo em competição”, afiança.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima