João “Chapas” Silva, campeão de Muay Thay

João “Chapas” Silva

Aos 10 anos, o ouriquense João Silva apaixonou-se pelas artes marciais e começou a praticá-las e hoje, com 30, é atleta e treinador profissional de Muay Thai e Kickboxing.
“Pratico Muay Thai e Kickboxing há aproximadamente seis anos, tornando-me profissional há dois anos a tempo inteiro! A paixão nasceu desde miúdo. Desde os 10 anos que pratico variadas artes marciais”, conta o jovem atleta ao “CA”, adiantando que entre as suas paixões estão o karaté, o boxe e taekwondo – “Mas o Muay Thai e o Kickboxing são sem dúvida as mais perfeitas para a minha personalidade sendo muito duras e competitivas”, acrescenta.
Conhecido como “Chapas”, João Silva (uma alcunha que vem de miúdo e que “herdou” do seu pai!) descreve-se como um atleta que procura a luta e prefere ganhar sempre os combates por KO.
“Em ringue sou sempre eu que procuro a luta! Sou agressivo e apenas com um objectivo: procurar sempre o KO e incapacidade do adversário, para além de juridicamente não deixar dúvidas. É o estilo que mais satisfação pessoal me dá! Por curiosidade, cerca de 80% das minhas vitórias foram por KO, o que me deixa mais satisfeito do que se ganhasse por decisão e pontuação”, explica João “Chapas” Silva, que este ano ganhou todos os combates em que participou… por KO!
Um tal perfil tem-lhe garantido muitos resultados bons! Um deles foi, em 2013, alcançar o título de campeão da Europa WKU Profissionais. Um objectivo que distingue o seu percurso e qualidade mas que, com humildade, o jovem lutador de Ourique enquadra noutro contexto.
“Mais do que os títulos, são as vitórias e a forma como se consegue vencer que valorizo mais! Para quem não sabe, muitas das vezes luta-se contra atletas detentores de títulos mas nem sempre é possível disputá-los”, explica.
Seja como for, “Chapas” continua com objectivos para o futuro e, com muito caminho pela frente, aposta forte no plano internacional.
“A minha carreira, se não tiver lesões graves, ainda está a meio, pois um atleta pesado tem sempre mais longevidade neste desporto! Pretendo destacar-me mais a nível internacional e continuar a combater e conquistar mais títulos”, revela ao “CA”.
Além de praticante, João Silva é também professor em Almodôvar, onde tem “as condições todas e o total apoio da Câmara Municipal” para assegurar a orientação técnica da equipa “Top Team Almodôvar”.
A par desse trabalho, também organiza “o maior evento desta modalidade no Alentejo”: o DFC (Dynamite Fighting Championship).
“A segunda edição realiza-se no próximo dia 28 Novembro com 12 combates e grande qualidade de espectáculo em Almodôvar”, acentua “Chapas”, não disfarçando algum entusiasmo com o crescente número de adeptos que a modalidade tem vindo a mobilizar.
“Quando eu comecei, ninguém praticamente sabia o que era Muay Thai e Kickboxing. Com o tempo, tenho conseguido conquistar muito público que me apoiou e seguiu ao longo da minha carreira de competidor! Hoje a maioria já conhece o desporto, que está a crescer cada vez mais em todo o país e em todo mundo. É considerado o desporto da moda”, conclui com “um brilhozinho nos olhos”!

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima