Governo vai avançar com requalificação do perímetro de rega do Mira

A ministra da Agricultura e da Alimentação anunciou que, até final deste ano, vai ser lançado o concurso público para requalificar o Aproveitamento Hidroagrícola do Mira, que abrange os concelhos de Odemira e Aljezur.

“É um investimento que pretende melhorar o sistema que existe atualmente”, que é “antigo” e “tem perdas [de água] que se situam entre os 30 e os 40%”, justificou a ministra Maria do Céu Antunes, à margem da visita que fez à 20ª edição da Feira do Campo Alentejano, em Aljustrel.

Segundo a governante, neste momento, estão a ser concluídos “o estudo e o projeto técnico” relativos à empreitada, para depois ser lançado, “ainda neste ano”, o concurso público, que não tem, para já, um valor base estimado.

Maria do Céu Antunes frisou ainda que este é um “investimento que tem de ser feito para melhorar” a eficiência deste aproveitamento hidroagrícola.

O que se pretende, insistiu, é “reduzir as perdas” e fomentar “um uso cada vez mais sustentável da água”.

O Aproveitamento Hidroagrícola do Mira tem como origem a albufeira de Santa Clara, no concelho de Odemira, e é gerido pela Associação de Beneficiários do Mira.

O seu perímetro de rega possui uma área equipada de 15.200 hectares (ha), com uma área beneficiada de 12.000 ha, nos municípios de Odemira e de Aljezur.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima