GNR vai vigiar e fiscalizar o uso da albufeira de Alqueva por privados

GNR vai vigiar e fiscalizar o uso da albufeira de Alqueva por privados

A GNR vai vigiar e fiscalizar o uso da albufeira da barragem do Alqueva por privados para proteger e salvaguardar recursos naturais "essenciais" para a sustentabilidade do empreendimento, como a água.
As acções de vigilância e fiscalização serão realizadas no âmbito de um protocolo de cooperação assinado esta terça-feira, 25, entre a EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas de Alqueva e o Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR.
A cooperação, que tem existido de "modo informal" desde 2007 e foi oficializada com a assinatura do protoloco, vai contribuir "de forma activa para a proteção e a salvaguarda dos recursos naturais que suportam e nos quais reside a sustentabilidade" do empreendimento, como a água da albufeira, explica a EDIA em comunicado.
Segundo a mesma fonte, as acções de vigilância e fiscalização vão incidir "em especial" sobre "utilização privativa" da albufeira da barragem para, por exemplo, captações de água ou actividades lúdicas, como pesca e navegação.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima