Formação de 400 novos soldados da GNR em Portalegre

Formação de 400 novos

O próximo curso de formação de 400 novos soldados provisórios da GNR vai ser ministrado em Portalegre, revela à Agência Lusa fonte do Ministério da Administração Interna (MAI).
A realização do curso no Centro de Formação de Portalegre foi confirmada à Lusa depois de o MAI ter anunciado no sábado, 11, sem avançar uma data concreta, que vai promover 1.210 militares da GNR e que autorizou a abertura de 400 novas vagas para ingresso no Curso de Formação de Guardas.
Em Outubro de 2013, cerca de 400 pessoas participaram em Portalegre num “abraço solidário” contra o eventual encerramento do Centro de Formação da GNR naquela cidade, iniciativa que a presidente do Município, Adelaide Teixeira, considera que “valeu a pena” e que “colheu frutos” junto do Governo.
“Prevaleceu o bom senso e o Governo percebeu o impacto que esta escola e estes homens têm na economia local”, diz a autarca, eleita pelo movimento Candidatura Livre e Independente por Portalegre (CLIP), em declarações à Lusa.
A Comissão Política Distrital de Portalegre do PSD também já reagiu, em comunicado, considerando ser um “motivo de regozijo” a decisão do Governo em optar pela realização da formação na cidade alentejana.
“A formação irá ser realizada no Centro de Formação de Portalegre da GNR, confirmando-se assim, mais uma vez, que o Governo e o Ministro da Administração Interna têm forte sensibilidade para as questões da coesão territorial”, lê-se no documento da Distrital social-democrata.
O actual Centro de Formação da GNR, que já se chamou Centro de Instrução de Praças e posteriormente Agrupamento de Instrução de Portalegre, está dependente da Escola da Guarda, com sede em Queluz.
Os cursos de formação da GNR são ministrados na Escola da Guarda, não só no centro de Portalegre, como também no da Figueira da Foz.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima