Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja arranca no sábado

Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja arranca no sábado

Mais de 60 autores portugueses e estrangeiros, como o francês Loustal, “uma referência da BD mundial”, vão contar “histórias em imagens” nas 17 exposições do sétimo Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja, que arranca no sábado, 28.
Até 12 de Junho, os “amantes” de BD poderão apreciar os “traços” de autores consagrados e novos talentos da nona arte, através de 13 exposições individuais e quatro colectivas espalhadas por quatro espaços do centro histórico de Beja.
Além da Casa da Cultura, o “núcleo principal” do festival e onde funciona a Bedeteca de Beja, a organizadora do evento, as exposições estarão patentes na Galeria do Desassossego, nos museus Jorge Vieira e Rainha D. Leonor e no Teatro Municipal Pax Julia.
A banda desenhada é “muito diversificada” e tem “várias pulsações”, ou seja, formatos, géneros e estilos, e “interessa-nos mostrar um pouco de tudo”, disse hoje à Agência Lusa o director do festival, Paulo Monteiro.
O festival deste ano vai mostrar trabalhos de mais de 60 autores de Portugal, Espanha, França, Itália, Sérvia e Reino Unido e que representam várias tendências da BD contemporânea, frisou.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima