Escultura cerâmica de um touro com 3.000 anos para ver na galeria da EDIA (Beja)

Escultura cerâmica de um touro com 3.000 anos para ver na galeria da EDIA (Beja)

Uma rara escultura em cerâmica representando um touro, com cerca de três mil anos e que foi recuperada numa das intervenções arqueológicas promovidas pela empresa do Alqueva, é apresentada a partir desta quarta-feira, 2, em Beja.
A escultura, devido à "sua raridade, particular relevância científica e valor iconográfico", vai estar patente ao público até ao próximo dia 29 de Junho na galeria de exposições da Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva (EDIA), em Beja.
A peça, com 23 centímetros de altura, 17 de largura e 45 de comprimento, representa "um touro em posição natural de repouso, deitado sobre o ventre e com a parte traseira ligeiramente recostada sobre a perna esquerda", explica a EDIA.
A escultura foi recuperada no sítio arqueológico Cinco Reis 8, intervencionado no âmbito da empreitada de construção de uma infraestrutura da rede primária do sub-sistema de rega de Alqueva, o troço de ligação Pisão-Beja.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima