Delegação de Beja da Ordem dos Médicos lança apelos

O Conselho Sub-Regional de Beja da Ordem dos Médicos (CSBOM) veio a público apelar, tendo em conta a segunda vaga da pandemia da Covid-19, que todos sigam as indicações das autoridades de Saúde, em especial os que “têm particulares responsabilidades neste combate”.
Em comunicado enviado ao “CA”, o CSBOM lembra o “aumento relevante de casos”, inclusive na região, apelando a que se encare este agravamento “sem pânico mas com seriedade, respeitando-se, sem hesitação, as indicações das autoridades de Saúde (uso de máscara, distanciamento social, higienização das mãos) pela população em geral, e em especial por todos os que, pelas suas funções sociais, têm particulares responsabilidades neste combate”.
Em simultâneo, o CSBOM apela também que aqueles que estão contagiados não sejam “vítimas de atitudes atentatórias da sua dignidade e da sua liberdade, como tem sucedido por parte de conhecidos ou vizinhos seus”.
Os médicos apelam igualmente “a que cada um se proíba à divulgação de boatos, que só servem para desinformar e agravar os medos que as pessoas já sentem”.
No comunicado, o CSBOM expressa também “o reconhecimento pela entrega, pela resistência e pela competência dos profissionais da Saúde, apesar das condições difíceis em que laboram, dos óbvios riscos que correm e, mesmo, de comentários de que, algumas vezes, são alvo”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima