Credores aceitam apresentação de plano de insolvência da dona do Zmar

Os credores da Multiparques a Céu Aberto, proprietária do Zmar – Eco Camping Resort, em Odemira, aceitaram que seja apresentado um plano de insolvência da empresa, adianta fonte próxima do processo.

A decisão foi tomada na assembleia de credores, realizada esta terça-feira, 27, no tribunal de Odemira, onde foi também deliberada a manutenção da atividade da empresa, acrescenta a mesma fonte.

O plano de insolvência terá de ser apresentado num prazo de 180 dias.

A Multiparques a Céu Aberto – Campismo e Caravanismo em Parques, S.A., com sede no concelho de Odemira, é proprietária do Zmar, inaugurado em junho de 2009.

O complexo ocupa uma área de 81 hectares neste concelho do litoral alentejano, incluindo um eco-hotel com tipologias T1 a T3, espaços para tendas e caravanas, parque aquático com piscinas descoberta e coberta, zona desportiva, restaurante e bar.

O parque de campismo, distinguido com mais de uma dezena de prémios nas áreas do turismo e sustentabilidade, foi classificado como projeto de Potencial Interesse Nacional (PIN) e implicou um investimento de “cerca de 25 milhões de euros”.

A Multiparques acabou por ser declarada insolvente pelo Juízo de Competência Genérica de Odemira em 10 de março deste ano.

O pedido de insolvência teve como requerente a sociedade Ares Lusitani – Stc, S.A., que tem uma participação de 56,6% na empresa.

A Multiparques tem cerca de 420 credores, que reclamam créditos num valor superior a 40 milhões de euros.

Apesar da insolvência da empresa proprietária, o Zmar vai continuar a funcionar e deve reabrir “muito em breve”, disse, a 13 de abril, a coordenadora do departamento de ‘marketing’ do empreendimento, Francesca Mello Breyner.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima