Covid-19: Distrito tem 22 escolas de referência

Covid-19: Distrito tem

São 22 as escolas de referência no Baixo Alentejo para as refeições e acolhimento dos filhos dos médicos e técnicos de saúde, bem como das restantes equipas de segurança e emergência, em face do surto do coronavírus Covid-19 em Portugal.
De acordo com o Ministério da Educação, na capital de distrito surge como escola de acolhimento/ referência a Escola Básica (EB) de Santiago Maior, enquanto em Aljustrel e em Almodôvar são as EB 2,3 Dr. Manuel Brito Camacho e 2,3 Dr. João de Brito, respectivamente.
Em Castro Verde o Centro Escolar 1 assegura o acolhimento dos alunos do pré-escolar e do primeiro ciclo, enquanto a Escola Secundária serve de referência aos alunos dos segundo e terceiro ciclos.
Em Mértola a escola de referência é a Secundária São Sebastião, enquanto em Ourique é a EB 2,3 e Secundária local.
Odemira é o concelho com mais escolas de referência para acolhimento e refeições de alunos, num total de cinco: Secundária Dr. Manuel Candeias Gonçalves (Odemira), EB Eng.º Manuel Rafael Amaro da Costa (São Teotónio), EB Aviador Brito Paes (Colos), EB Vila Nova de Milfontes e EB1 de Sabóia.
São ainda escolas de referência no Baixo Alentejo os seguintes estabelecimentos de ensino: EBI de Alvito, EBI de Barrancos, EB Fialho de Almeida (Cuba), EB/ Secundária José Gomes Ferreira (Ferreira do Alentejo), EB de Amareleja e Secundária de Moura (ambas no concelho de Moura), EB de Pias, EB Abade Correia da Serra e EB 1 de Vila Nova de São Bento (todas no concelho de Serpa), e EBI Frei António Chagas (Vidigueira).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima