Câmara de Odemira vai lançar Balcão Único virtual

Câmara de Odemira vai lançar Balcão Único virtual

E se de repente pudesse consultar o ponto da situação de um processo de licenciamento municipal sem necessidade de sair de casa?
A proposta ainda parece irreal em muitos dos municípios do Baixo Alentejo, mas vai em breve ser uma realidade no concelho de Odemira, onde a autarquia se prepara para lançar o Balcão Único virtual.
O projecto surge integrado no novo sítio da Câmara de Odemira na Internet, que tal como a nova imagem institucional do Município vai ser apresentado durante a próxima edição da Faceco (que arranca esta sexta-feira, 20), e segundo o vereador Ricardo Cardoso permitirá a todos os cidadãos do concelho, através do número do cartão do cidadão ou bilhete de identidade, “colocar os seus pedidos ou até consultar o estado do seu processo” na autarquia sem necessidade de “se deslocarem aos serviços municipais”.
Esta nova “valência” surge dois anos depois da implementação do Balcão Único, processo dinamizado no âmbito do programa de simplificação administrativa municipal “Odemira Simplifica” que o vereador responsável pelas Finanças, Recursos Humanos, Comunicação, Informação e Arquivo, entre outros pelouros, considera “um sucesso”, apesar de ter sido necessário “mudar mentalidades” e “ter força” para o implementar.
“Mas se hoje quiséssemos voltar a ter o atendimento como tínhamos antes, acho que não haveria uma única pessoa que diria que essa era uma boa medida. Demos o passo certo e fizemos ao longo destes dois anos mais de 27 mil atendimentos, sendo que até hoje não houve uma única pessoa que reclamasse da forma como foi atendida. Isso deixa-nos convencidos de que esta foi, sem dúvida, a melhor opção”, sublinha Ricardo Cardoso.
Apesar destes bons resultados, o processo do Balcão Único está longe de estar concluído.
Além da plataforma virtual, a autarquia pretende que no futuro próximo o atendimento ao empresário seja feito no local, implementando também uma espécie de “via verde” para os empresários que queiram investir no concelho.
E em preparação está igualmente o Balcão Único Quiosque, “que permita fazer atendimento descentralizado em algumas freguesias do concelho”.
“Trata-se de um projecto mais arrojado e que estamos em fase de desenvolvimento. Na prática, queremos criar um quiosque com uso de 24 horas por dia através de meios virtuais, mas também ter atendimento presencial uma ou duas vezes por semana nesse quiosque. Mas antes precisamos de estudar a sua viabilidade tecnológica e financeira”, adianta o edil.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima