Câmara de Almodôvar mantém "gestão muito rigorosa" em 2012

Câmara de Almodôvar mantém "gestão muito rigorosa" em 2012

Com o novo ano à porta, a Câmara de Almodôvar aprovou para 2012 um orçamento de 14,3 milhões de euros.
Um documento que mantêm a filosofia de “realismo e rigor” e que segundo António Sebastião vai dar “uma atenção muito grande às respostas sociais”.
“Há um aumento substancial de recursos financeiros para políticas de ordem social. E vamos manter a nossa preocupação com a área da educação. Aí não vai haver qualquer redução nos apoios que damos aos alunos e às escolas”, garante o autarca em entrevista ao “Correio Alentejo”.

<b>Em 2012 a Câmara de Almodôvar apresenta um orçamento de 14,3 milhões de euros. Será igualmente um orçamento de “rigor e realismo”, como anunciado em 2011?</b>
Será exactamente igual. Aliás, se tiver de haver alguma evolução será um orçamento de ainda mais rigor, mais realismo e mais definição de prioridades.

<b>Que prioridades vão ser essas?</b>
A filosofia do orçamento é esta: manter a estratégia do concelho e fazer os investimentos que têm de ser feitos, priorizando melhor e, provavelmente, abrandando o ritmo [em algumas obras], porque temos de dar também uma atenção muito grande às respostas sociais. Aliás, neste orçamento há um aumento substancial de recursos financeiros para políticas de ordem social. E vamos manter a nossa preocupação com a área da educação. Aí não vai haver qualquer redução nos apoios que damos aos alunos e às escolas, nos investimentos que temos de fazer nas escolas ou na política dos transportes escolares e acção social.

<b>LEIA A ENTREVISTA DE ANTÓNIO SEBASTIÃO AO "CORREIO ALENTEJO" NA ÍNTEGRA NA EDIÇÃO DE 23 DE DEZEMBRO, JÁ NAS BANCAS</b>

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima