CDU acusa Pulido Valente de "chicana política" depois do chumbo do orçamento da Câmara de Beja

CDU acusa Pulido Valente de "chicana política" depois do chumbo do orçamento da Câmara de Beja

A CDU acusa o presidente da Câmara de Beja de ensaiar "chicana política" e desvaloriza a "argumentação" utilizada por Jorge Pulido Valente após o chumbo na Assembleia Municipal de Beja (AMB) do Orçamento e das Grandes Opções do Plano da autarquia para 2012.
Recorde-se que após a sessão da AMB, o executivo liderado por Pulido Valente anunciou a intenção de apresentar uma queixa contra este órgão municipal no Ministério Público, dado o documento não ter sido aprovado até ao final do ano, como manda a lei.
Em comunicado, a CDU rejeita os argumentos do autarca socialista e "reitera que tem todo o direito de tomar as posições, naturalmente sustentadas, sobre estas ou outras propostas apresentadas pelo executivo municipal, sempre que, no seu livre e responsável entendimento, como sempre o fez, tenha opinião que tais propostas são contrárias ao interesse e defesa das populações e do concelho".
"A CDU considera sintomático e que deveria ser um aspecto relevante a ter em conta pela maioria do PS, o facto de, tanto na Câmara como na Assembleia Municipal, as propostas do executivo socialista terem merecido apenas o voto favorável da bancada do PS (e mesmo assim não na sua totalidade), tendo os documentos previsionais do Município para 2012 recebido a abstenção do PSD e a reprovação do Bloco de Esquerda", lembra o comunicado comunista.
A mesma nota sublinha, no fim, "a rejeição destas manobras de diversão política que procuram condicionar o funcionamento democrático dos órgãos" e reitera a disponibilidade da CDU "para encontrar soluções que viabilizem, a curto prazo, a aprovação do Plano de Actividades e Orçamento do Município para 2012".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima