CDS questiona Governo sobre Hospital de Beja

CDS questiona Governo

O CDS-PP questionou a ministra da Saúde sobre os motivos que levaram a que, no serviço de Urgência do Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, não houvesse nenhum obstetra, levando a que pelo menos duas grávidas em fim de tempo tivessem que recorrer ao hospital de Évora.
Na pergunta enviada à tutela, os deputados Patrícia Fonseca e João Rebelo querem que a ministra Marta Temido confirme “que durante pelo menos 12 horas, entre as 08h00 e as 20h00 de dia 6 de Janeiro não esteve escalado nenhum especialista em obstetrícia no serviço de Urgência do Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, e quais os motivos que levaram a esta situação”.
Os deputados querem ainda saber “que medidas estão a ser tomadas para resolver esta situação e para impedir que se repita” e “para quando a contratação de mais especialistas em obstetrícia para o Hospital José Joaquim Fernandes”.
Finalmente, os deputados do CDS-PP querem saber se a ministra “está em condições de garantir que estão a ser assegurados o acesso à saúde e a qualidade da prestação de cuidados de saúde à população servida pelo Hospital José Joaquim Fernandes”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima