“Cante à Mesa” no concelho de Aljustrel

Câmara de Aljustrel - Cante à Mesa
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

“Promover e divulgar o cante alentejano”, assim como “dinamizar os estabelecimentos de restauração e de bebidas do concelho” é o grande objetivo da iniciativa “Cante à Mesa”, que a Câmara de Aljustrel vai promover entre esta sexta-feira, 20, e o próximo dia 4 de fevereiro.

“O principal objetivo é o de fazer a divulgação informal do cante alentejano junto da população e de visitantes ocasionais, dinamizando, ao mesmo tempo, os estabelecimentos de restauração nas diversas localidades do concelho”, explica ao “CA” o presidente da autarquia mineira, Carlos Teles.

O eleito socialista acrescenta que “contribuir para desenvolver a economia local é um dos principais objetivos desta iniciativa”, em que diversos grupos corais e de cante atuam em restaurantes e cafés locais, até por ser “unânime que a cultura é, hoje, um importante fator de atratividade e de desenvolvimento económico dos territórios”.

“Esta realidade é ainda mais evidente quando se trata de uma cultura tão distinta e rica com é a nossa, que está intimamente associada, obviamente, à gastronomia e ao cante alentejano”, acrescenta.

“O principal objetivo é o de fazer a divulgação informal do cante alentejano junto da população e de visitantes ocasionais, dinamizando, ao mesmo tempo, os estabelecimentos de restauração nas diversas localidades do concelho”, explica o presidente da Câmara de Aljustrel, Carlos Teles

O “Cante à Mesa” vai decorrer em vários espaços comerciais do concelho ao longo de três fins-de-semana (20/21 e 27/28 de janeiro e 03/04 de fevereiro) e em 2023 realiza-se no início do ano, e não em novembro como habitualmente.

Uma alteração que Carlos Teles justifica com a opção, por parte do município, de agendar a iniciativa para uma “‘época baixa’, no pós-Natal e passagem de ano, período em que tradicionalmente se verifica uma redução da atividade da restauração”.

A edição de 2023 do “Cante à Mesa” promete muita cantaria e boas iguarias, arrancando nesta sexta-feira, 20, com os Amigos da Farra a cantar na “Tasca do Filipe”, (13h00), os Alcatruzes na “Taberna do Ismael” (19h00), os Cantadores do Alentejo no restaurante “Mirante” (20h00) e os Tem Avondo no restaurante “Bangula” (20h00).

Para sábado, 21, estão previstas rota por diversos cafés de do concelho, com os Vozes do Sul na vila de Aljustrel (a partir das 10h00), os Cruzeiro em Aldeia dos Elvas (15h00) e Messejana (16h00), e os Maravilhas do Alentejo nos bairros mineiros de São João (16h00) e Vale D’Oca (17h00). Mais à noite, pelas 20h00, os Amigos da Farra cantam no restaurante “Imperial”.

A iniciativa continua no dia 27 de janeiro (sexta-feira), com Os Vocalistas a fazer uma rota por cafés de Aljustrel (a partir das 18h00), atuando depois no restaurante “O Pires”, juntamente com o Grupo de Cantares Feminino de Aljustrel (20h00).

No dia seguinte, 28 de janeiro (sábado), há “Cante no Mercado” pelas 10h30, com o Grupo Coral do Sindicato Mineiro de Aljustrel, Os Cigarras e a Tuna de Cante Alentejano de Aljustrel.

Ainda nesse dia, os Maravilhas do Alentejo cantam na casa de pasto “O Chapadinha” (13h00) e realizam uma rota pelos cafés da Corte Vicente Anes (16h00), enquanto o Grupo de Tocadores de Viola Campaniça atua na sede da Sociedade Columbófila Aljustrelense (19h00), os Moços da Talha cantam na “Pizzaria Rafaello” (20h00) e os Cante & Acordeão animam o restaurante das piscinas municipais (20h00).

A edição de 2023 do “Cante à Mesa” termina no primeiro fim-de-semana de fevereiro, sendo que dia 3 (sexta-feira) os Ventos Alentejanos realizam uma rota por cafés de Aljustrel (18h00) e os Origens atuam no restaurante “O Fogareiro” (20h00).

Para dia 4 de fevereiro (sábado) estão agendadas rota pelos cafés de Jungeiros (15h00) e Montes Velhos (16h00) com os Trigo Roxo, enquanto em Ervidel a rota (15h00) será animada pelos grupos Calma e Vento Sul, Flores da Primavera e Margens do Roxo e em Rio de Moinhos (16h00) pelos Ventos Alentejanos. Mais à noite, a fechar a iniciativa, os Modas C’Sotaqui cantam no restaurante “Fio D’Azeite”.

Durante estes dias de festa, os restaurantes aderentes irão servir pratos tradicionais, como grão com pombo bravo, borrego assado no forno, cozido de grão, ensopado de borrego, sopas de tomate com safio ou frango de cabidela.

Opinião

Napoleão Mira

20 de Janeiro, 2023

O Codex 632

Carlos Pinto

20 de Janeiro, 2023

Habitação, um problema sério

Carlos Pinto

6 de Janeiro, 2023

Saúde débil

Vitor Encarnação

6 de Janeiro, 2023

Ano Novo

Carlos Pinto

16 de Dezembro, 2022

Marcelo, o “omnipresente”

Napoleão Mira

16 de Dezembro, 2022

Leve-Leve

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima