Câmara de Almodôvar já tem orçamento aprovado

Câmara de Almodôvar já

O Orçamento e as Grandes Opções do Plano (GOP) para 2016 da Câmara de Almodôvar foram aprovados esta terça-feira, 10, em reunião extraordinária do executivo.
Depois de terem sido chumbados no passado dia 30 de Outubro, os dois documentos acabaram por receber “luz verde” com os votos favoráveis dos dois eleitos do PS e a abstenção do vereador do PSD, Ricardo Colaço, além dos votos contra de João António Palma e António Sebastião, vereadores do movimento “Independentes por Almodôvar”.
Este quadro levou o presidente António Bota a ter de utilizar o seu voto de qualidade para que tanto o Orçamento como as GOP passassem.
No final da reunião, o autarca almodovarense sublinhou ao “CA” ter sido “um dos votos de qualidade que mais prazer deu em utilizar, uma vez que vai ao encontro das necessidades e do desenvolvimento do concelho”.
Ao mesmo tempo, António Bota lamentou que os dois vereadores independentes “continuem a utilizar todos os argumentos possíveis para votar contra a aprovação do Orçamento e a dificultar o trabalho do executivo, com o único objectivo de fazer politiquice, quando deviam pensar em primeiro lugar no desenvolvimento do concelho e no bem-estar das pessoas que nele vivem e trabalham”.
Já o vereador Ricardo Colaço escreveu na sua página pessoal no Facebook que viabilizou o orçamento para 2016 com a sua abstenção para não gerar “qualquer bloqueio à governabilidade da autarquia”.
De acordo com o eleito social-democrata, são “muito poucas” as diferenças entre a primeira e a segunda versão do orçamento apresentado pelo executivo do PS, tendo exigido ao presidente da Câmara “que o baixo nível de execução das despesas de capital que se tem vindo a verificar nestes dois últimos dois anos possa voltar a atingir níveis aceitáveis”.
Ricardo Colaço garante ainda que na fase de negociação dos documentos, o PS “acolheu a grande maioria das propostas apresentadas” pelo PSD.
“Contudo, verifica-se que não dotou as mesmas das verbas definidas necessárias para as concretizar. Assim, […] dificilmente poderão tornar-se uma realidade a não ser que na próxima revisão em Abril sejam dotadas de verbas reais e não passem de manobras para ludibriar a população”, conclui o vereador laranja.

Votação na Assembleia Municipal dia 27
Depois de aprovados em reunião de Câmara, o Orçamento e as GOP vão ser discutidos e votados na Assembleia Municipal no próximo dia 27 de Novembro.
O presidente António Bota espera agora que eleitos do PSD e do movimento independente “saibam cumprir com as suas responsabilidades para com o povo de Almodôvar e aprovem” os documentos, “de modo a tornar os investimentos futuros possíveis e permitir que o executivo desenvolva o seu trabalho, tal como foi decidido pela população do concelho em Setembro de 2013”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima