Câmara avança com obras em Castro Verde e Entradas

A Câmara de Castro Verde consignou na terça-feira, 28, as empreitadas de alargamento do cemitério municipal de Castro Verde e de construção da nova casa mortuária de Entradas, num investimento total superior a meio milhão de euros.

As duas obras vão ser executadas pela empresa RDF – Construções, sendo que a empreitada de alargamento do cemitério de Castro Verde está avaliada em 248.878 euros (mais IVA), enquanto a construção da nova casa mortuária de Entradas custará 248.994 euros (mais IVA).

Recorde-se que o projecto de ampliação do cemitério municipal de Castro Verde, cuja capacidade máxima de enterramentos se encontra “muito próxima do seu limite”, será realizado por fases e prevê a criação de um total de 484 novas sepulturas.

Será ainda reservada uma área para a implantação de jazigos familiares privados, num total de 17 unidades, e está prevista a construção de um ossário, com 231 espaços de inumação.

Já a nova casa mortuária de Entradas ficará instalada num terreno localizado entre as ruas da Lavoura e Belmiro Isidro Caeiro, que foi cedido pela Junta de Freguesia local à Câmara de Castro Verde, por 20 anos, através de um contrato de comodato.

As novas instalações irão substituir a actual casa mortuária, que funciona na Igreja da Misericórdia, e terão acesso através da Rua da Lavoura.

A nova casa mortuária de Entradas contará com um átrio/sala de espera, que funcionará como “área de distribuição” para o restante edifício, no qual se incluem duas capelas (cujo sistema de abertura de portas permitirá, se necessário, a união dos dois espaços para cerimónias de maiores dimensões), instalações sanitárias e uma copa.

O projecto prevê ainda que o átrio possa abrir-se “totalmente” para um pátio exterior coberto, que dará acesso ao restante terreno, que poderá ser utilizado para reunião das pessoas.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima