Beja, Mértola e Odemira com planos de contigência

Beja

As câmaras de Beja, de Mértola e de Odemira já aprovaram os seus planos de contingência e tomaram outras medidas face ao surto de coronavírus (COVID 19) que se tem vindo a alastrar um pouco por todo o país.
Em Beja o Plano de Contingência da autarquia foi aprovado na segunda-feira, 9, contendo “medidas preventivas a adoptar pela Câmara Municipal” e pelos seus trabalhadores “ao nível da higiene e limpeza dos equipamentos municipais”.
O plano da Câmara de Beja contempla ainda “a identificação das zonas de isolamento por posto de trabalho, bem como os procedimentos a ter em caso de eventuais suspeitas de contágio” ou “a possibilidade de suspensão de actividades organizadas pelo Município”.
Já em Mértola o Plano de Contingência da Câmara Municipal local foi aprovado na terça-feira, 10, e as medidas preventivas, em vigor até 5 de Abril, incluem vários serviços municipais. É o caso do atendimento ao público nos vários locais, incluindo o Posto de Turismo de Mértola, que está “condicionado presencialmente”.
A par disto, estão canceladas “todas as deslocações de eleitos e funcionários ao exterior do concelho, incluindo visitas de estudo e deslocações de outras entidades, em que sejam utilizadas viaturas municipais”.
No que concerne à programação cultural e eventos, a Câmara de Mértola deciciu cancelar o Festival do Peixe do Rio, que estava agendado para os dias 3 e 4 de Abril no Pomarão, e a restante programação “fica suspensa”, nomeadamente o Festival Internacional de Teatro do Alentejo e a iniciativa “Lembrar Serrão Martins”.
A Câmara de Mértola decidiu ainda encerrar ao público as piscinas e o Estádio Municipal, ao passo que o acesso ao Pavilhão Desportivo Municipal fica condicionado, “com excepção das actividades já agendadas”.
Estão igualmente encerradas a Casa das Artes Mário Elias, em Mértola, e os núcleos museológicos, com excepção do castelo, alcáçova e forja do ferreiro, cujo acesso é livre.
Finalente, em Odemira, a Câmara Municipal já elaborou e aprovou o Plano de Contingência para os seus serviços. Em despacho emitido na terça-feira, 10, a autarquia decidiu igualmente, até 31 de Março, não autorizar a realização de eventos nos espaços geridos pelo Município ou iniciativas e actividades direccionadas a crianças, jovens, escolas e comunidade sénior.
De acordo com o despacho assinado pelo presidente José Alberto Guerreiro, não serão igualmente autorizados os pedidos de licenciamento de bailes e outras festividades em espaços fechados e abertos, além de ter sido suspensa a realização de conferências, seminários, cerimónias e eventos de natureza similar nos espaços municipais.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima