Banco Alimentar Contra a Fome de Beja iniciou actividade autónoma em Beja

Banco Alimentar Contra a Fome de Beja iniciou actividade autónoma em Beja

O Banco Alimentar Contra a Fome de Beja, que iniciou actividade autónoma em Abril, após ter começado a funcionar como um pólo de Évora, apoia cerca de 2.000 pessoas por mês.
Segundo a Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, o banco de Beja, que funciona a partir da Associação Recolher e Dar, começou a funcionar como um pólo do Banco Alimentar de Évora, mas o aumento do número de beneficiários e a necessidade de envolver a comunidade do distrito de Beja justificou a criação de um banco alimentar autónomo.
Em Beja “existe já um grande trabalho de mobilização de pessoas e empresas da região”, que, voluntariamente, querem associar-se ao banco, para prestar apoio alimentar a instituições dos concelhos de Aljustrel, Almodôvar, Alvito, Barrancos, Beja, Castro Verde, Cuba, Ferreira, Mértola, Moura, Ourique, Serpa e Vidigueira.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima