Autarca de Odemira faz balanço de seis meses de mandato

O presidente da Câmara de Odemira, o socialista Hélder Guerreiro, faz um balanço positivo dos primeiros seis meses de mandato à frente da autarquia do Litoral Alentejano.

Em comunicado, Hélder Guerreiro passa em revista o trabalho desenvolvido desde 11 de Outubro de 2021, dia em que tomou posse, sublinhando que o seu executivo foi capaz “de construir uma equipa inquieta” e “com vontade de fazer coisas, mesmo que para isso tenha que enfrentar dificuldades”.

O autarca destaca, entre os compromissos já cumpridos, a criação de “uma nova estrutura orgânica e uma nova equipa de dirigentes” na Câmara Municipal, a criação do “Fórum do Território” e das “Semanas Abertas”, a revisitação do projeto “O Museu Somos Todos” e o início da elaboração do Plano Municipal de Cultura 2030.

“Ainda, na tomada de posse afirmámos que iríamos olhar para os nossos jovens e criar soluções de habitação” e por isso “já lançámos a concurso a atribuição de 25 lotes para jovens residentes no concelho de Odemira”, continua Hélder Guerreiro.

Ainda na área da habitação, o presidente da Câmara de Odemira anuncia que, “já no segundo semestre de 2022”, serão lançadas “novas ofertas”, nomeadamente “o Loteamento Municipal Sul em São Teotónio, um conjunto de imóveis prontos a habitar em Odemira, em regime de arrendamento, e novas soluções de lotes em outras freguesias” do concelho.

“Importa ainda reforçar que estamos a preparar também um conjunto de ofertas que ocorrerão em todas as freguesias do concelho até final do presente mandato. Este é um compromisso que iremos cumprir de forma cabal e sem nenhuma hesitação”, acrescenta o autarca.

O presidente da Câmara de Odemira afirma ainda que, nos primeiros seis meses de mandato, começaram a ser tratadas outras questões “muito significativas”, entre as quais “a assunção de competências na Educação e a preparação da assunção de competências na Area Social” ou “o início da reabilitação urbana (4ª fase) de Vila Nova de Milfontes”.

No mesmo período, continua Hélder Guerreiro, chegou-se também à fase final da empreitada da rotunda nascente de Odemira, deu-se continuidade à obra de requalificação de Luzianes-Gare e foram “relançados” os concursos para o Centro Escolar de São Luís e para o Centro de Atividades Ocupacionais da Associação de Paralisia Cerebral de Odemira.

“Também avançámos com pavimentações na nossa rede viária em diferentes freguesias e demos início à discussão pública do Plano de Urbanização da Área de Fracionamento Ilegal da Propriedade Rústica (AFIPR) a Norte de Vila Nova de Milfontes”, conclui o edil odemirense.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima