Assembleia Municipal de Beja quer discutir comboios no Parlamento

Assembleia Municipal de Beja quer discutir comboios no Parlamento

Um grupo de trabalho da Assembleia Municipal de Beja pediu esta quarta-feira, 13, audiências à presidente da Assembleia da República, aos grupos parlamentares e à Comissão de Economia e Obras Públicas para insistir na defesa das ligações ferroviárias à cidade.
Em declarações à Agência Lusa, o presidente da Assembleia Municipal de Beja, Bernardo Loff, explicou que o grupo de trabalho, criado para defender as ligações ferroviárias a Beja, quer, através das audiências, “lembrar que transitou da última legislatura e está em curso uma petição” em defesa das ligações ferroviárias a Beja.
O grupo espera que a petição seja discutida e votada no Parlamento “logo que possível” e que a conclusão do processo “seja favorável às pretensões” dos 15.071 signatários do documento e das populações do distrito de Beja, afirmou.
Entretanto, os membros do conselho executivo da CIMBAL – Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo e do conselho directivo da AMBAAL – Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral deliberaram por unanimidade manifestar o seu apoio à tomada de posição da Assembleia Municipal de Beja e solidarizar-se com a posição assumida, "com vista à congregação de esforços e vontades para manter as exigências preconizadas na petição e evitar o encerramento definitivo da linha que serve o Baixo Alentejo e território contíguos".
Em comunicado enviado para a redacção do "CA", os dois conselhos expressam ainda a sua preocupação "no que diz respeito às acessibilidades rodoviárias, marcando nova reunião do grupo de trabalho, já constituído para o efeito, com vista a avançar com medidas concretas junto dos órgãos competentes".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima