Aljustrel apresenta cadastro rústico

Aljustrel apresenta

A Câmara de Aljustrel apresenta esta sexta-feira, 25, em Lisboa, os resultados do trabalho de vectorização do Cadastro Geométrico da Propriedade Rústica (CGPR) do concelho.
Os resultados do levantamento, um dos primeiros a ter efectuado com software opensource, será apresentado por duas técnicas da autarquia durante a sexta edição da SASIG – Conferência Nacional de Software Aberto para Sistemas de Informação Geográfica.
Fonte municipal explica que o CGPR é um “instrumento fundamental para o planeamento regional e urbano”, “indispensável na localização dos prédios” e que serve de “inventário oficial da propriedade rural ou urbana que inclui a informação sobre os seus limites”.
“Trata-se do principal meio para provar informações sobre direitos de propriedade, disponibilizando ao sector público e privado dados sobre as parcelas, tais como a sua localização, proprietário, área e valor”, acrescenta a mesma fonte.
De acordo com a autarquia, o desenvolvimento do projecto do Alqueva tem modificado as práticas agrícolas no concelho, com novas culturas de regadio e o aparecimento de casões agrícolas, sendo que o levantamento realizado localizou 2.821 prédios rústicos no território do município.
Nesse sentido, “a vectorização do CGPR de Aljustrel assume-se como um trabalho imprescindível nos tempos que correm”, revela fonte da Câmara de Aljustrel.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima