AgdA investe 11 milhões na rede de águas de Beja

AgdA investe 11 milhões

A empresa Águas Públicas do Alentejo (AgdA) vai construir um novo sub-sistema de abastecimento de água em Beja, a partir de uma nova origem, num investimento avaliado em 11 milhões de euros que ficará concluído até final de 2018. O projecto foi apresentado publicamene esta segunda-feira, 28, em Beja, numa sessão que contou com a presença do secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins.
De acordo com a AgdA, o abastecimento de água a Beja, Baleizão, Quintos, Salvada e Cabeça Gorda será feito a partir de um novo sub-sistema, tendo por origem de água a albufeira da Magra, da EDIA. A obra custará cerca de 7,4 milhões de euros, sendo que na futura ETA da Magra será instalada uma unidade de produção de energia fotovoltaica para auto-consumo com 300 Kw de potência.
A empresa vai também investir 3,8 milhões de euros na nova ETAR de Beja, em construção desde Janeiro de 2017, dimensionada para tratar as águas residuais domésticas geradas por toda a população de Beja, num total de 31.000 habitantes.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima