Aberto concurso para a presidência do Politécnico de Beja

Com João Paulo Trindade aparentemente fora da “corrida” para a reeleição ao cargo, decorre até final deste mês de setembro o prazo de candidaturas para a eleição do novo presidente do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja).

Segundo o anúncio público de abertura de candidaturas, consultado pelo “CA”, podem concorrer ao cargo professores e investigadores da própria instituição ou de outras instituições, nacionais ou estrangeiras, de ensino superior ou de investigação, assim como individualidades “de reconhecido mérito e experiência profissional relevante”.

Por oposição, não pode ser eleito presidente do IPBeja quem se encontre na situação de aposentado, quem tenha sido condenado por infração disciplinar, financeira ou penal no exercício de funções públicas ou profissionais nos quatro anos subsequentes ao cumprimento da pena, ou quem incorra noutras inelegibilidades previstas na lei ou nos estatutos da instituição.

Caberá ao Conselho Geral do IPBeja escolher, por voto secreto, o novo presidente, que deve ser eleito “por maioria absoluta”. O mesmo organismos tem ainda a possibilidade “de não optar por nenhuma das candidaturas” apresentadas.

Antes da eleição, os candidatos terão de ir a uma audição pública, para “apresentação e discussão do seu programa de ação”.

Até ao momento, é apenas conhecida a intenção de Fátima Carvalho, doutorada em Ciências Químicas e professora coordenadora principal do IPBeja, de se candidatar à presidência da instituição.

Por oposição, e segundo algumas fontes contactadas pelo “CA”, o atual presidente, João Paulo Trindade, não pretende recandidatar-se ao cargo que desempenha desde novembro de 2017.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima