ZPE no corredor do aeroporto de Beja prejudica agricultores

ZPE no corredor do aeroporto

A Zona de Protecção Especial (ZPE) de Cuba, que abrange o “corredor” do aeroporto de Beja, está a prejudicar alguns dos agricultores que têm propriedades no local.
O alerta parte do deputado do PSD eleito por Beja, Mário Simões, que na passada semana visitou a Herdade da Apariça, na freguesia de São Matias, no âmbito do roteiro “14 Semanas, 14 Concelhos”.
Durante a deslocação, Simões ficou a saber que devido à implantação da ZPE “só é permitido o regadio em apenas 300 hectares”, contrariando a área de 1.500 hectares para regadio que a própria EDIA chegou a anunciar.
“Os constrangimentos gerados pela ZPE de protecção à abetarda no corredor do aeroporto de Beja são reveladores de como a defesa ambiental, quando é decretada sem tomar em linha de conta o justo equilíbrio entre as partes, permite a arbitrariedade dos organismos públicos baseada em decisões técnicas que revelam desconhecimento”, argumenta Mário Simões.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima