Volta ao Alentejo em bicicleta sai hoje para a estrada

Volta ao Alentejo em bicicleta

Arranca esta quarta-feira, 20, a 31ª edição da Volta ao Alentejo em Bicicleta/ Crédito Agrícola Costa Azul, que volta a ter cinco etapas e um pelotão bastante internacional.
Organizada pela PAD – Produções de Actividades Desportivas e pela Comunidade Intermunicpal do Alentejo Central (CIMAC), a prova vai passar por 27 dos 47 concelhos da região, com a primeira etapa, esta quarta-feira, a ligar Castelo de Vide a Marvão, num total de 167 quilómetros, que incluem uma contagem de montanha de terceira categoria em Monte Paleiros e uma de segunda categoria na meta.
Quinta-feira, 21, realiza-se a segunda etapa, com os corredores a terem que pedalar 172,1 quilómetros entre Sousel e Portel, num percurso pontuado por uma contagem de montanha de terceira categoria em Monsaraz.
A terceira etapa, na sexta-feira, 22, será a mais longa deste ano, com 174,6 quilómetros entre Vidigueira e Mértola, seguindo-se, no sábado, 23, uma ligação de 153,3 quilómetros, entre Ourique e Odemira.
A quinta e última tirada da "Alentejana" será a mais curta, com 135,4 quilómetros, e vai ser disputada entre Vila Nova de Santo André e Santiago do Cacém, contando cinco prémios de montanha de quarta categoria.
O pelotão da “Alentejana” conta este ano com 145 corredores ao serviço de 19 equipas, uma dezena das quais portuguesas: Carmin-Tavira, Rádio Popular-Onda, LA Alumínios-Antarte, Efapel-Glassdrive, Louletano-Dunas Douradas, Clube de Ciclismo José Maria Nicolau/ Cartaxo, Liberty Seguros, Anicolor, Clube de Ciclismo da Maia-Bicicletas Andrade e OFM-Quinta da Lixa.
A estas juntam-se as norte-americanas Bontrager Cycling Team e Team Optum; as holandesas Cycling Team The Rijke-Shanks e Rabobank Development Team; a polaca Bank BGZ Team; a lituana Alpha Baltic-UnityMarathons.com; a checa Etixx-Ihned; a espanhola Euskadi e a britânica Zappi’s Pro Cycling Team.
Com mais de três décadas de história (e estórias), a Volta ao Alentejo em bicicleta tem a particularidade de nunca um ciclista ter conseguido vencer a prova duas vezes.
Em 2012 o vencedor da “Alentejana” foi o russo Alexei Kunshin (Team Lokosphink) e este ano só mesmo o português Sérgio Ribeiro, da Louletano-Dunas Douradas, poderá quebrar a tradição da prova. Será que consegue?

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima