Vila de Ourique em vias de perder cartório

Vila de Ourique em

O concelho de Ourique corre o risco de deixar de ter cartório notarial, serviço que é actualmente prestado por um notário privado e que em breve vai encerrar.
Uma situação que leva o presidente da autarquia local a exigir uma solução urgente por parte do Estado.
“Ourique não pode ficar desprotegido deste serviço tão necessário aos cidadãos e o Estado tem de garantir o funcionamento de um cartório público no concelho. Isso é uma exigência do Município de Ourique, que já está a encetar todas as diligências junto dos serviços centrais. Exigimos ter um cartório público em Ourique para os actos notariais poderem ser feitos na sua plenitude”, diz ao “CA” Pedro do Carmo.
De acordo com o presidente da Câmara de Ourique, de momento “não há nenhum feedback” por parte do Governo às solicitações feitas pelo Município, mas o cenário de fim do serviço no concelho ou a eventual passagem dos arquivos notariais para Santiago do Cacém não é aceite de modo algum pela autarquia.
“Isso é inadmissível! É afastar os cidadãos do acesso aos documentos e é afastar os cidadãos do interior… Se não existir uma oferta privada, o Estado tem de encontrar soluções”, reitera Pedro do Carmo.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima