Turismo do Alentejo premeia melhores projectos

Turismo do Alentejo

O presidente da Turismo do Alentejo, António Ceia da Silva, considera “fundamental” premiar a “qualidade e a excelência” do trabalho no sector turístico na região.
“Um factor essencial em tudo na vida é a questão da motivação e, portanto, termos estímulos em relação ao nosso trabalho e sentirmos que é reconhecido e premiado, ainda mais em tempos de crise, é fundamental”, argumentou.
O presidente da Entidade Regional de Turismo falava à Agência Lusa à margem da cerimónia de entrega dos Prémios Turismo do Alentejo 2012, realizada no Fluviário de Mora.
A iniciativa, que vai na terceira edição, teve este ano sete categorias a concurso, disputadas por 57 projectos, tendo ainda sido atribuídos três galardões extra-concurso.
A valorização das ruínas romanas de Tróia foi eleita "Melhor Projecto Público", com menção honrosa para o Centro de Interpretação da Batalha dos Atoleiros.
O L’and & Vineyards, em Montemor-o-Novo, foi eleito "Melhor Empreendimento Turístico", enquanto o prémio de "Melhor Turismo Rural" foi repartido entre a Imani Country House e o Monte do Giestal, cabendo à Herdade do Esporão o título de "Melhor Enoturismo".
O "Melhor Evento" foi o Festival Músicas do Mundo de Sines, sendo também entregues três menções honrosas: Festas do Povo de Campo Maior, Festival do Crato e Festa do Castanheiro e Feira da Castanha.
Os restaurantes D. Joaquim, em Évora, e Cadeia Quinhentista, em Estremoz, ganharam, respectivamente, o prémio e uma menção honrosa na "Melhor Gastronomia".
A "Melhor Animação Turística" ficou na posse da reserva animal Monte Selvagem, em Montemor-o-Novo, com menções honrosas para a Carvalhal Surf School e o projecto Um Dia no Campo.

A Turismo do Alentejo, segundo Ceia da Silva, pretende “reconhecer e premiar o mérito, estimular o empreendedorismo e agradecer aos empresários e às autarquias pelo trabalho que realizam na dinâmica turística” da região.

Os prémios, acrescentou, traduzem ainda um “apelo ao futuro” para “continuar o trabalho de excelência e de qualidade, porque os destinos turísticos fazem-se por estes pormenores”.
Nos galardões extra-concurso, o Prémio Especial Turismo do Alentejo foi conquistado pelo Município de Elvas, pela candidatura das fortificações da cidade a Património da Humanidade, aprovada em Julho pela Unesco.
O Prémio Comunicação Alentejo foi entregue ao suplemento "Fugas", do jornal "Público", e à revista espanhola "Condé Nast Traveler".
Noel Josephides, do operador turístico britânico Sunvil Discovery, e Paulo Machado, do Turismo de Portugal no Brasil, foram distinguidos com o Prémio Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima