Trabalhadores de Neves-Corvo fazem greve ao trabalho extraordinário

Trabalhadores de Neves-Corvo fazem greve ao trabalho extraordinário

Os trabalhadores da mina de Neves Corvo, em Castro Verde, iniciaram esta terça-feira, 7, uma greve ao trabalho extraordinário, de modo a contestar a aplicação das alterações do Código do Trabalho.
Os trabalhadores da Somincor – Sociedade Mineira de Neves-Corvo avançaram para a greve “em defesa dos seus direitos, manutenção do descanso compensatório e das percentagens actuais de acréscimos no trabalho suplementar”, justifica o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM) no pré-aviso da paralisação.
A greve vai traduzir-se na “não realização de trabalho suplementar em todas as situações possíveis, nomeadamente, prolongamento ou antecipação do horário, feriado, folga, descanso obrigatório" até que seja alcançado um acordo que evite o protesto.
A manutenção do descanso compensatório resultante do trabalho suplementar e das percentagens actuais de acréscimo no trabalho suplementar são os objectivos do protesto.
A Somincor é a concessionária das minas de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, e é detida pela companhia sueco-canadiana Lundin Minning.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima