Seca no Campo Branco preocupa agricultores

Seca no Campo Branco preocupa agricultores

O presidente da Associação de Agricultores do Campo Branco (AACB) não tem dúvidas: a situação de seca na região “deve agravar-se nos meses que vêm”. Segundo José da Luz Pereira, a situação está para já “controlada”, mas é quase certo que nos meses de Agosto e Setembro surgirão problemas nos campos, nomeadamente a falta de água para abeberamento dos efectivos pecuários.
“Estamos preocupados porque o tempo vai muito seco, com muito calor, e embora se tenham conseguido muitas captações de água e se tenha aumentado o número de cisternas móveis, ainda há muito por fazer. Sabemos de antemão que a situação poderá complicar-se”, afiança o presidente da associação sediada em Castro Verde.
José da Luz Pereira garante que a AACB está a acompanhar de perto a situação, tendo inclusive um plano de emergência que poderá activar assim que faltar água em alguma exploração.
“Como sempre, estamos disponíveis para estabelecer um plano com os bombeiros e rapidamente vamos levar água às explorações que possam ter algum problema no abeberamento pecuário”, afiança.
Ainda assim, José da Luz Pereira reconhece que situação actual é melhor que aquela que se verificava no início do Verão de 2016. “Este ano ainda temos algumas cisternas em depósito, enquanto o ano passado já estava tudo esgotado. O que me preocupa é que a partir dos meses de Agosto e Setembro as coisas devem agravar-se muito”, diz o presidente da AACB.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima