Sebastião deixa PSD, critica Simões e anuncia candidatura independente

Sebastião deixa PSD

António Sebastião deixou de ser militante do PSD e deverá ser o segundo nome na lista que um movimento de cidadãos independentes vai apresentar à Câmara de Almodôvar.
O anúncio foi feito pelo próprio autarca almodovarense numa conferência de imprensa realizada ao final da tarde desta quinta-feira, 28 de Fevereiro, que serviu igualmente para Sebastião explicar todo o processo que culminou com a anulação da sua candidatura à Câmara de Beja pelo PSD.
Com os vereadores João António Palma e Sílvia Batista e o presidente da Assembleia Municipal, Francisco Teixeira, a seu lado e os presidentes das juntas de freguesia de Aldeia de Fernandes (António José Francisco), Rosário (Francisco da Luz), São Barnabé (Sérgio Palma) e Senhora da Graça dos Padrões (José Faustino Sezinando) na plateia, o edil almodovarense revelou que a decisão de não ser candidato em Beja partiu de si e não surgiu “como uma forma de chantagem ou pressão para condicionar a escolha dos candidatos a Almodôvar”.
Foi sim “por não poder pactuar com jogos políticos de bastidores” que levaram à escolha de Ricardo Colaço, actual presidente da Junta de Freguesia de Almodôvar, como candidato do PSD à presidência da Câmara, justificou.
Em causa está, de acordo com Sebastião, o facto de não ter sido respeitado o “acordo de cavalheiros” entre Ricardo Colaço e o vereador João António Palma, que determinava que este último seria o candidato na lista e que o primeiro viria logo a seguir.
Contudo, a Comissão Política Concelhia acabou por escolher Ricardo Colaço em detrimento de João António Palma (com cinco votos favoráveis contra quatro), numa lista que integra ainda os nomes de Rui Santana e Fernando Palma na segunda e terceira posições, respectivamente.
Impôs-se “uma solução contranatura que não interessa ao concelho e, para isso, foram utilizados todos os meios, mesmos os mais ínvios para atingir os fins pretendidos”, vincou Sebastião, admitindo que ainda acreditou que a escolha de Ricardo Colaço não fosse homologada pela Distrital ou pela Comissão Política Nacional do PSD.
Como tal não sucedeu, o autarca acabou por renunciar, no passado dia 25 de Fevereiro, durante uma reunião com a Concelhia de Beja, à candidatura à Câmara da capital de distrito por não ter “motivação, força anímica e condições objetivas para prosseguir”. Na mesma ocasião, anunciou igualmente a sua intenção de se desvincular de militante do PSD.
Fora da corrida à Câmara de Beja, António Sebastião vai agora integrar “de forma activa” a Plataforma de Cidadãos Independentes por Almodôvar, muito provavelmente como número dois de João António Palma, já confirmado como cabeça de lista.
“Temos o objectivo de ganhar Almodôvar e continuar a política que tem sido feita até aqui. […] Não podemos permitir que uma autarquia que é apontada como exemplo possa regredir 12 anos atrás ou avançar para outros exemplos do PSD que tivemos aqui no distrito de Beja”, disse.
Além do mais, continuou, “se esta lista de cidadãos independentes por Almodôvar não avançar, a população do concelho de Almodôvar em Outubro terá duas opções: uma lista fraca e frágil da parte do PS e uma lista com os problemas todos, a incompetência e a barafunda do PSD. Portanto, esta é uma razão acrescida para que esta lista aconteça”.
A fechar, António Sebastião apontou o dedo ao presidente da Distrital de Beja do PSD, considerando-o o maior responsável pelo desfecho de um processo “enviesado” e pleno “de manipulação, de enganos e mentiras”, tendo tentado “impor uma solução artificial”.
“A condução deste processo pelo Mário Simões foi completamente desastrosa e com falta de bom senso. Tratou Almodôvar com sobranceria e autoritarismo”, disse, para depois concluir: “As coisas não são feitas assim! Só são feitas assim por quem cresce num partido, vive num partido, sofre de partidarite aguda, não vê mais nada além do funcionamento da estrutura do partido e nunca teve uma outra vida”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima