Saúde preocupa deputados de PSD e PCP

Saúde preocupa

Os deputados do PSD e do PCP eleitos por Beja estão preocupados com os cuidados de saúde prestados na região e com a actual situação vivida na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).
Na recente audição parlamentar da ministra da Saúde, Marta Temido, a deputada do PSD confrontou a governante sobre a “possibilidade iminente” de encerramento do Serviço de Pediatria do hospital de Beja devido a carência de médicos pediatras.
Segundo Nilza de Sena, “falham consultas quando os pediatras de serviço estão nos blocos operatórios” e “há famílias com crianças que ficam sem consulta médica nesse pressuposto”.
A deputada social-democrata denunciou ainda as “obras adiadas” nos centros de saúde de Sabóia e Milfontes e o “funcionamento irregular” nas extensões de saúde de São Martinho das Amoreiras e de Relíquias, tudo no concelho de Odemira.
Por sua vez, o deputado do PCP eleito por Beja apresentou na Assembleia da República um requerimento onde questiona a ministra da Saúde sobre a possibilidade de a ULSBA vir a “sofrer um corte no seu financiamento em cerca de dois milhões de euros”.
No documento, João Dias quer também saber, entre outras questões, “que medidas pensa o Governo implementar para inverter o sub-financiamento crónico que se verifica na ULSBA”, “quantos médicos estão em falta na ULSBA” e “qual o risco” de os serviços de Pediatria e Obstetrícia do hospital de Beja poderem vir a ser encerrados.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

DECO promove atendimento em Odemira

Esclarecer dúvidas sobre os direitos do consumidor em diversas áreas é o grande objetivo das sessões gratuitas de atendimento que a DECO – Associação Portuguesa

Role para cima