Saúde preocupa deputados de PSD e PCP

Saúde preocupa

Os deputados do PSD e do PCP eleitos por Beja estão preocupados com os cuidados de saúde prestados na região e com a actual situação vivida na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).
Na recente audição parlamentar da ministra da Saúde, Marta Temido, a deputada do PSD confrontou a governante sobre a “possibilidade iminente” de encerramento do Serviço de Pediatria do hospital de Beja devido a carência de médicos pediatras.
Segundo Nilza de Sena, “falham consultas quando os pediatras de serviço estão nos blocos operatórios” e “há famílias com crianças que ficam sem consulta médica nesse pressuposto”.
A deputada social-democrata denunciou ainda as “obras adiadas” nos centros de saúde de Sabóia e Milfontes e o “funcionamento irregular” nas extensões de saúde de São Martinho das Amoreiras e de Relíquias, tudo no concelho de Odemira.
Por sua vez, o deputado do PCP eleito por Beja apresentou na Assembleia da República um requerimento onde questiona a ministra da Saúde sobre a possibilidade de a ULSBA vir a “sofrer um corte no seu financiamento em cerca de dois milhões de euros”.
No documento, João Dias quer também saber, entre outras questões, “que medidas pensa o Governo implementar para inverter o sub-financiamento crónico que se verifica na ULSBA”, “quantos médicos estão em falta na ULSBA” e “qual o risco” de os serviços de Pediatria e Obstetrícia do hospital de Beja poderem vir a ser encerrados.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima